15 de junho de 2012

Sem fim

Ela ouviu a sua respiração
E logo em seguida sentiu suas mãos
Então tomou-se daquilo e nunca mais deixou acabar

Nenhum comentário:

Postar um comentário